Make your own free website on Tripod.com

Casos Especiais

 

    São dois que merecem destaque :

 


O Roque

 

                    roquep.gif (11149 bytes)      roqueg.gif (11152 bytes)

 

 

 

    É o único caso no xadrez em que duas peças se movem no mesmo lance. É um movimento muito usado no xadrez porque além de levar o rei para uma posição mais difícil de ser atacada, ele dá a torre a visão das casas centrais. Existem dois tipos: o roque pequeno e o roque grande.

    Mas existem 3 condições para o seu uso:

  1. O rei e a torre envolvida não podem ter se movimentado nenhuma vez desde o início do jogo (condição permanente);
  2. O rei não pode estar e nem ficar em xeque (condição transitória) portanto não se pode fazer o roque para fugir do xeque;
  3. O caminho por onde o rei passa para fazer o roque não pode estar no raio de ação de uma peça adversária, ou seja, as casas por onde o rei passará não podem estar sendo atacadas. (condição transitória); Veja abaixo:

roquee.gif (6589 bytes)

    No exemplo, nem o rei e nem as torres se movimentaram, mas o rei não poderá fazer o roque pequeno (O-O) porque o bispo preto está atacando uma casa onde o rei passará.

    Pode-se fazer o roque grande (O-O-O) normalmente, mas é curioso observar neste caso o perigo de se fazer o roque grande porque o peão da torre da dama ficará desprotegido do ataque do mesmo bispo preto!

    Conclue-se que fazendo o roque pequeno o próprio rei pode proteger automaticamente os seguintes peões da sua ala: do bispo, do cavalo e da torre, enquanto fazendo o roque grande o rei protegerá os seguintes peões: da dama, do bispo da dama e do cavalo da dama e não alcançará o peão da torre da dama. Portanto cuidado!


En Passant (ao passar)

 

    O peão que em seu lance inicial avançar 2 casas de uma vez poderá ser capturado - mas só no lance imediato - por um peão adversário que venha a ficar colocado em casa contígua, à direita ou à esquerda, procede-se então, como se o peão tivesse avançado uma casa só. Retira-se esse peão do tabuleiro, após ter movimentado o peão contrário em diagonal, como se realizase uma captura na 3.ª fila inimiga. Esta é a captura do peão ao passar. Veja mais sobre o "en passant" no tópico peças, O Peão.


Coroação do Peão

 

    Quando um peão alcança o final do tabuleiro (lembre-se que o peão só anda para frente) ele é "coroado", mas, o que significa isto? Isto significa que o peão coroado pode deixar de ser um simples peão para ser qualquer outra peça do tabuleiro menos, é claro, o Rei. A maioria das pessoas opta para que ele se transforme em uma Dama, pois esta, é a peça mais forte do tabuleiro, detalhe: Não é preciso que a peça escolhida esteja fora do tabuleiro. Exemplo: Depois da coroação podem existir duas damas brancas e 1 preta. Podem, teoricamente, existir até 9 Damas em um tabuleiro pois existem 8 peões e 1 dama original.